Residência do Embaixador Accioly – Arq. Francisco Bolonha

Varanda suspensa em madeira.

Varanda suspensa em madeira.

O embaixador Hildebrando Accioly foi um importante Diplomata brasileiro, nascido em Fortaleza em 1888, e falecido no Rio de Janeiro em 1962. Jurista e Diplomata de carreira, atuou também como ministro interino nos anos de 1947 e 1948. Como embaixador no Vaticano, teve Importante atuação ao solicitar ao governo brasileiro que embarcasse refugiados judeus para o Brasil, frente as atrocidades acometidas pelos nazistas junto a esta população. 

Sua casa de Campo foi projetada em 1950 pelo Arquiteto Francisco Bolonha, que conduz um projeto extremamente integrado a seu entorno e com uso de materiais que se inspira em  tradições coloniais, sendo passível de comparação  a projetos como o Park Hotel de Lúcio Costa, localizado em Nova Friburgo.

A madeira é uma constante por todo o projeto, seja no assoalho que se espalha por grandes áreas da residência, nos fechamentos com esquadrias, venezianas e treliçados, na estrutura que suporte o telhado em telha canal, que se faz presente em toda residência, em detrimento a escolha usual de muitos modernistas pela laje plana.

As paredes da sala, em alvenaria de pedra aparente, contrasta com outros pontos da residência, onde a presença da alvenaria branca nos referencia as igrejas barrocas. Em frente a sala, um grande pátio, delimitado por uma varanda suspensa com piso de peroba, estrutura em eucalipto e balaustres em pinho de Riga, separa o núcleo principal da residência da Capela de Santa Maria, tratada quase como um projeto a parte. Nesta, a madeira reina quase que absoluta, com baldaquins e bancos em pinho de Riga, tendo seu altar, projetado por D. Geraldo Martins, coroado com afrescos de Emeric Marcier.

2 comentários sobre “Residência do Embaixador Accioly – Arq. Francisco Bolonha

  1. Luís Flávio


    Origem da família Accioly;

    Por Francisco Antonio Doria;:

    Accioly, Accioli, Accioli, são variantes de Acciaioli, Acciaiuoli ou Acciajuoli, nome de uma família florentina patrícia, pertencente ao partido guelfo, de origens muito modestas e obscuras no século XII. Segundo a lenda, certo Gugliarello Acciaiuoli, de uma família de armeiros de Brescia (porque o nome se derivaria de acciaio, aço), sendo guelfo, teve que fugir de sua pátria devido às perseguições de Frederico Barbarroxa, que havia invadido a Itália.

    Gugliarello chega a Florença em 1160, compra terras onde é hoje o Borgo de’ S.S. Apostoli, e no Val di Pesa, onde edifica uma `casa di signore’ nas ruínas do antigo castelo de Montegufoni. Era banqueiro, e comerciante de panos de lã.

    Gugliarello é atestado em documentos (dois, se bem me lembro). O resto é fabulação, tirante as propriedades que se lhe atribuem (até hoje há, perto do castelo de Montegufoni, uma herdade de nome La Gugliarella). O nome da família pode derivar-se de accia, `meada’ (eram comerciantes de panos), ou mesmo de acerola, pois há a forma `Azzaroli.’ Era, de qualquer modo, um personagem modesto, embora rico, esse Gugliarello; uomo di bassa condizione…

    @[undefined:http\://www.lulu.com/shop/c%C3%A1ssia-albuquerque-and-francisco-antonio-doria-and-f%C3%A1bio-arruda-de-lima/acciaiolis-no-brasil/paperback/product-16545188.html]
    .

  2. Luís Flávio

    – PARTICIPEM DO NOSSO GRUPO!!!… .

    ……. ( Família Accioly no Brasil ) …….. .

    Compartilhem com os “Accioly’s” que você conhece; Convidem à todos!!!

    # “UM POVO SEM MEMÓRIA É UM POVO SEM HISTÓRIA. E UM POVO SEM HISTÓRIA ESTÁ FADADO A COMETER, NO PRESENTE E NO FUTURO, OS MESMOS ERROS DO PASSADO”

    . – (Emilia Viotti da Costa – historiadora brasileira) – # …

    – Conheça a sua; Jamais renegue a sua origem! – …

    https://www.facebook.com/groups/FamiliaAccioly/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Anti-Spam by WP-SpamShield