Residência de Lota Macedo Soares – Arq. Sergio W. Bernardes

Bloco Íntimo

Bloco Íntimo

Residência projetada por Sergio W. Bernardes em 1951 para Maria Carlota (Lota) Macedo Soares. Projeto premiado na segunda bienal de São Paulo, em 1953, levou cerca de 5 anos até ser totalmente concluída. A intensa relação entre a proprietária, também arquiteta, e Sergio Bernardes levou a algumas alterações no projeto entre sua elaboração inicial e sua conclusão, o que pode ser confirmado pelas diferentes versões do projeto publicadas em 1952 (Habitat 7) e 1954 (Arquitetura e Engenharia 29).

O projeto conta com um longo programa de necessidades, entre quartos, galeria para exposição de obras de arte, dependências para visitantes e empregados independentes da área íntima principal da residência, lavanderia, depósitos, garagem. Uma das principais premissas da obra era integrar-se a exuberante natureza existente no entorno, e impactar o quanto menos possível na topografia do terreno, situado no alto do loteamento Samambaia. As grandes transparências na área social permitem a visão de todo o entorno, tanto o natural quanto o construído. A área íntima é apoiada sobre uma estrutura rochosa existente no local e delgados pilotis metálicos, que contrastam com o peso visual gerado pelo bloco. A cobertura conta com estruturas metálicas pré-fabricadas, idealizadas com a intenção de agilizar o processo construtivo, que eram originalmente recobertas por telhas metálicas e sapê, material pouco comum na arquitetura local, mas que tinha a proposição de minimizar o efeito do calor sobre as telhas metálicas.

Hoje, a residência mantém boa parte de seu desenho preservado, com algumas poucas modificações que se sobressaem: ao bloco original foi adicionado um salão de jogos junto a sala de jantar, seguindo o alinhamento da parede presente na planta de 1954, que divide a área social da área de serviço. A cobertura de sapê, infelizmente não foi uma solução adequada ao clima da cidade, extremamente úmido, o que ocasionava a rápida deterioração da mesma. Frente este problema, uma solução de telhado duplo substitui a ideia original, utilizando então o colchão de ar como isolante térmico.   Além disto, um novo bloco, que busca seguir a proposta do desenho original, hoje ocupa parte do pátio de serviço, oferecendo novos quartos para a casa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Anti-Spam by WP-SpamShield